25 de março de 2007

aperta-me também

Na escola dos 20 há infantário. Vejo os meninos de lá como bebés. Muito baixinhos e bochechudos. Gostam de me dizer adeus e ficar a olhar para mim.
Um dia destes estava um monte de meninas de uns 3 ou 4 anos a observar-me então eu disse-lhes olá e não resisti a esfregar a barriguita de uma delas."Vocês são tão giras!"
Foi aí que ela se encostou toda a mim, à minha perna. Abracei-a com uma mão. "Ai que eu aperto-te, que delícia!" e assim que a larguei e me dirigi para a porta, uma outra menina encheu-se de coragem e tocou-me na perna. Recuou e esperou que eu olhasse para baixo. E lá estava ela, à espera de um mimo também.
"Anda cá, anda que eu aperto-te também!"
E subitamente as outras meninas dirigiram-se para as minhas pernas como bicharocos e enroscaram-se todas num abraço apertado. Apertei-as uma por uma, com festinhas nas costas e cafunés. Nenhuma delas falou.
Às vezes vale a pena ser adulto, para poder observar estas coisas.

4 comentários:

ana disse...

que maravilha...a minha filhota e muito mimenta esta sempre a pedir beijinhos e dizer I love you mummy e tao bom....boa noite

rita martins disse...

Oh minha querida, és mesmo um doce!
O desenho está lindo, lindo!

Mais do que mimar crianças, eu adoro ser mimada por elas! Na última quarta, durante a aula de dança, a Catarina (uma das meninas do ballet) veio-se despedir de mim; deu-me um beijinho enquanto eu fazia um plié e não pareceu minimamente preocupada com o facto de eu estar ensopada de suor.

Um grande beijinho, Artista.

Anónimo disse...

As crianças aquecem-nos muitas vezes o coração sem nós estarmos a contar e sabe tão bem... O seus abraços meigos, os seus milhares de beijinhos, o pendurarem-se em qq parte do nosso corpo (e normalmente em grupo)...são uma delicia.Q saudades das minhas princesas :( Beijocas. Sandra

Anónimo disse...

Que ternura! Adorei a situação e o desenho!
Beijinhos,
Marta