30 de outubro de 2009

my heart beats too loud*

Andei tanto tempo apagada, quase extinta.
Agora não caibo em mim.
Não é justo ter de se conter as coisas boas que se sente. Não é. O meu coração às vezes bate tão alto que se torna ensurdecedor. Não posso, não consigo fingir que não o ouço.
Não dou nome às coisas que sinto, só sei que as sinto intensamente. Cheguei a pensar que seria realmente bipolar. Porque já me vi tão intensamente no outro lado. Mas quando o médico me perguntou se eu pensava em pôr um fim a isto, até eu fiquei chocada.

A verdade é que eu sinto coisas boas, na maioria das vezes. Ora, estatisticamente, eu não passo de uma pessoa feliz. Sincera e desavergonhada.
Não caibo em mim.

É por isso que eu vou para a Guiné. O meu pai vai ter um ataque. Mas tem de ser. Por mim.
Não tenho muito juízo, não tenho dinheiro e às vezes não tenho norte. Mas no dia em que vi aqueles bebés todos de braços estendidos para o ar, a competirem por aquilo que a mim me sobra, tive a certeza de que existe pelo menos um lugar na Terra onde eu não serei mal interpretada.

*

22 comentários:

Ana Rita disse...

Vais pra onde?! Quando?

sara aires disse...

Ai! Credo Nat! Já não vinha aqui há uns meses ... tens mesmo a certeza? Bolas! Por favor leva o blog atrás, que a vida sem "vermelho devagarinho" é muito cinzenta. :)*

Roberta Granada disse...

Oi , gosto muito do teu blog, eu tb tenho um blog sobre artesanato em geral e outro sobre culinária
e agora estou disponibilizando aos meus leitores download gratuitos de revistas encontradas pela net sobre os dois temas culinária e artesanato,os endereços são http://agulhaetricot.blogspot.com e o A la Tita Carré http://alatitacarre.blogspot.com ,visite-me, e também apareça em minha loja online Maison by Tita carré, http://maisontitacarre.blogspot.com e http://www.elo7.com.br/titacarre , beijo.

Nave disse...

Descobri o seu blog e adoro o seu trabalho.Já o publicitei a toda a gente. Um dia destes ainda vou ter um desenho lindo desses na minha casa ou na biblioteca da escola....
Parabéns pelo trabalho magnífico: é tão bom entrar no mundo do sonho....

sandra disse...

Olá Nat!!!
Já não passava aqui há uns dias e fiquei surpreendida com a quantidade de novidades!
Fico feliz por te sentires tão bem, tão VIVA! Vais para a Guiné? Sério? Então e as pinturas nos Açores ficam para quando? Beijinhos!

Oficinas RANHA disse...

Vais mesmo?

Bem, entretanto, deixa-me dizer-te: não estavas a fazer nada de especial, mesmo, mesmo. Mas a verdade é que me convenci que não poderias ser tu (as pessoas são tão diferentes nas fotografias), porque estarias em Viana, e por isso, desviei o olhar e concentrei-me no almoço com os amigos/colegas. E afinal, quando percebi que tinhas estado em Lisboa, dei por mim a pensar que talvez fosses... Bem, que enorme tu és!!!!!!
E então olha, muito prazer Sra. D. Natacha.
Beijinhos, Rita

nat disse...

Vou para a Guiné, isso é certo. Mas ainda nada está definido, para além da minha decisão. CALMA gente CALMA :))))))


(Ai Rita! Que máximo! Então muito prazer. Beijos beijos beijos!)

luciana_brpt disse...

Eu vou contigo!
Algo me diz que só pisando África é que viramos Gente... será que estou enganada?
Adoro a sua coragem e "falta de juízo"!

Analog Girl disse...

Corajosa!
Força nessa etapa e vai contando as novidades!
:)

galeria backstage disse...

Vais para a Guiné?!
Quando?!
Ainda dá para nos conhecermos antes disso?
...
Fico contente que estejas a encontrar o teu rumo!!!
Vivemos a nossa vida tantas vezes em função dos outros, que quando nos acontecem certas coisas, que nos fazem tomar um intervalo daquilo que chamamos rotina, tudo à nossa volta continua a 100 à hora... e geralmente é nessa altura que nos descobrimos a nós mesmos!
E se ir para a Guiné é algo que o teu coração te diz que te vai deixar feliz, então é para lá que deves seguir!
Porque o nosso coração é o nosso melhor guia, uma bússola com uma exactidão fenomenal, que nunca nos trai e nunca nos engana!
Nós é que muitas vezes colocamos palavras na boca dele e confundimos sensações, em busca do imediato a que a sociedade nos habituou!
Sê feliz Natacha... aqui na Guiné, ou em qualquer outro lado... mas sê feliz!

Também já pensei fazer o mesmo que tu, mas também existem pessoas aqui que precisam da minha ajuda (família)!
Mas tenho sentido necessidade de fazer alguma coisa por mim... só por mim, sem pensar no que vão os outros dizer, ou se vai ser uma grande desilusão para os meus pais!!!

Força! Segue os teus sonhos, segue o teu coração e independentemente do que estiver do lado de lá, vais ser feliz!!! Porque não há maior felicidade do que viver a verdade que o nosso coração nos fala!

Bjocas

Rita Quintela disse...

força!

Li* disse...

não me digas que nos vais deixar... :( mas voltas, sim??
=)

já estou cheia de saudades.

mas antes tens q vir passar um fds ao porto cmg =)
combinado??
**

BRS disse...

O que andaste a fumar, sua desgraçada, sem partilhar?

Anónimo disse...

Pois eu fico muito feliz por ti Natacha. Tens mesmo que ir... és tos tu e esss viagem é para ti!
Beijinhos Bárbara e Peter Pan :)

Anónimo disse...

Olá Natacha,

Independentemente da decisão que tomar, espero que a faça feliz e que lhe trga tudo de bom.Vá dando notícias.
Beijinhos da
Paula e Martim

hpinto disse...

Linda!

A frase lamechas de Paulo Coelho no Alquimista (escritor tão controverso que grande parte das pessoas não gosta...) diz tudo: "escuta o teu coração, porque onde ele estiver é onde estará o teu tesouro!"

Quem gosta de ti, quem te Ama verdadeiramente e entrende as coisas do coração só te poderá apoiar!
Os teus pais hão-de perceber e decerto que te preferem viva e feliz longe do que "meio-viva" e infeliz por perto!

Aproveita miúda! Aproveita enquanto não tens "amarras" quer físicas quer emocionais.
Aproveita e vai viver a tua vida!!!

Avisa antes de ires porque tens mais um chocolate-quente para beber lá no atelier ;o)

Beijocas GRANDES do tamanho do teu coração :o***

postalmatizado disse...

"Mas no dia em que vi aqueles bebés todos de braços estendidos para o ar, a competirem por aquilo que a mim me sobra, tive a certeza de que existe pelo menos um lugar na Terra onde eu não serei mal interpretada." - tocou-me especialmente desta parte.

A essência de amar sente-se nas palavras. Tanto que transborda para outro continente.

*
Lucie

paulo f disse...

Já li este post aí umas cinquenta vezes. Tive várias reacções. Não escrevi nada.
..........
Hoje tive um dia em que me vi obrigado a vir aqui escrever: vamos?
pf

nat disse...

Vamos, Paulo.

:)*

Adriana disse...

Querida Natacha, passei para te deixar um grande beijo e me assutei um pouco com a novidade, mas se é para a sua felicidade!Não esqueça de contar detalhes da viagem!
Se pude reze para minha irmã que esta com grave problema de saúde.Um abraço Adriana.

bi disse...

Uf! O que vale estou sentada!....Natacha: bom e mau faz parte da vida e nos ensina (?), mas que seja sempre a maior fatia daquele doce e fofo doce!!!!
Quem sabe se um dia ainda vamos visitá-la e dar uma ajudinha????
Nòs, pais, acima de tudo, queremos os filhos bem, ou antes, felizes!

bi disse...

Natacha: se não conhece, visite o blog BISSAU-LISBOA-BISSAU.
Um beijinho.