7 de abril de 2008

um anjo

Lá fomos outra vez, eu e a minha mãe. (Nhocas, que pena tive por não teres ido... saudades)
Estivemos mais uma vez nas mãos de um homem que me deixa encantada. Pela sabedoria, pela experiência tão grande que tem no assunto, pela humildade e generosidade com que olha para nós, leigos, num misto de profunda tolerância e amor ao próximo. Como se tudo isto não bastasse, ele parece um anjo. Fala inglês num tom tão doce e pausado que é português para os meus ouvidos. Olha-nos nos olhos. Pergunta quem quer sentar-se ao pé dele a seguir. Um voluntário chega-se à frente (não nos acotovelamos para ir primeiro apenas por boa educação). E aquelas mãos grandes começam essa coisa chamada Técnica de Alexander. Eu não sei bem explicar o que é. Mas o certo é que ele manipulou este meu corpo grande e pesado como se eu fosse uma marioneta. Ajustou-lhe cuidadosamente as peças de que é feito, enquanto eu viajava algures no arco-íris com os pequenos póneis. Parece uma simples massagem. Mas há quem fique desfigurado, há quem seja assaltado por recordações e pensamentos que parecem não ser (mas são) para ali chamados, há quem se ria, há quem fique na mesma e há quem desate a chorar.

Falámos das minhas vertigens. Observou-me a subir e descer o escadote inúmeras vezes. A minha postura ao pintar pode ser a causa do desequilíbrio, daí o medo aterrador que tenho de cair. Ele observa a postura das pessoas ao milímetro. Pergunta-nos o que sentimos, se sentimos algo diferente e diz que não há mal nenhum em não sentir ou não conseguir verbalizar. Depois sorri e eu ouço sininhos. Um anjo.

Lu, no próximo aviso-te, ok?

8 comentários:

Sofia Quintela disse...

Nunca tinha ouvido falar nisto... mas para que serve realmnte? não percebi bem... equilibrio emocional?

Anónimo disse...

desta vez não fui natacha... mas já tive o prazer de ser tocada pelas mãos desse "anjo"...
que maravilha!
vivi esse dia com toda a intensidade e vivi as emoções dos outros como se fossem minhas!
saí tão tão candsada e dormi uma sesta de fim de dia como nunca o tinha feito...
um beijo bárbara e peter pan

LU disse...

:DDD
(é tãããõ chique ser referenciada directamente... - suspiro)

nat disse...

Sofia, é criação de harmonia entre corpo e mente. Nos sites explica melhor. Tenho uma amiga que foi quem nos trouxe este anjo, que é a prova viva do sucesso desta técnica. As pessoas rejuvenescem, ficam leves e com outra aura. Quem a viu e quem a vê. É inacreditável. E ele?? Quando disse a idade que tem, eu quase caí da cadeira.

Oh Bárbara que saudades amiga... vou enviar-te um mail. Quero as bochechas do Peter Pan...

Lu, os teus suspiros entre parêntesis fazem-me rir tanto, mulher. Manamanan!!! Sério, acho que ias gostar muito do workshop.

Beijos mil!!!

Alecrim disse...

E são onde, os workshops?

nat disse...

Alecrim :)*
Os dois foram aqui em Viana. É um amigo meu que organiza e recebe o professor que vem de Inglaterra. Tanto o workshop de há meses atrás como o deste fim-de-semana foram em Sábados e Domingos, contando com as pessoas que vieram de fora. Se quiseres quando souber do próximo (que deve ser daqui a uns meses) envio-te um email com os detalhes.
Beijocas!

natA disse...

:) deve ser giro!

nesta fase estou a encontrar-me!

Beijinho e boa semana!

Ps. o tecido para a 1ª experiência das cadeiras está comprado... os 1ºs recortes estão feitos... Amanhã vou tentar :D depois mostro o resultado hehehe

Alecrim disse...

Sim, Nat, quero!
Obrigada.