18 de abril de 2008

...



Nos meus sonhos todos os meninos têm direito a amor e carinho. Deixo-me levar pelos desenhos, pela dúvida entre um cor-de-rosa e um azulinho, por estrelinhas e bochechas coradas de alegria, e nem me dou conta de como a minha vida é pequenina. Ouvi há pouco na televisão uma frase que está até agora a ecoar dentro da minha cabeça.

Bebés em África tão doentes e subnutridos que nem para chorar têm força.

Tenho um nó na garganta e uma culpa no coração.

11 comentários:

Anónimo disse...

Por 20€ por mês podes garantir a edução, alimentação e cuidados de saude de uma criança.
http://www.helpo.pt/
Tens fotos e recebes cartas da tua/teu afilhado.
A minha afilhada Aidinha, que vive em Moçambique escreveu-me há bem pouco tempo, eu respondi-lhe e mandei uma lembrança.
Não sei se é pouco, mas é o que posso fazer...

sapatinhos de verniz disse...

infelizmente...

on satage disse...

A minha irmã também tem uma afilhada assim!
Por pouco dinheiro, que ela envia mensalmente, garantem-lhe a educação/formação e alimentação da criança!

Li*Azevedo disse...

mas que bela ideia...

mushi disse...

Obrigada.
É uma boa maneira de ajudar :)

LU disse...

Obrigada Nat... ao passar aqui e SEMPRE me emocionar, parar para pensar e aprender.
Desta vez o anónimo (será o mesmo?) foi fantástico em dar este site.
É hora de fazer alguma coisa.Que bela maneira de começar a semana!
Seus desenhos estão cada vez melhores, Mestra!

Sofia disse...

boa ideia, ajudar apadrinhando uma criança :)
já passei a mensagem aos meus contactos.

nat disse...

Agradeço ao anónimo (identifica-te por favor :) ) por esta informação. A minha Teia também tem um afilhado em África, ela já me tinha falado.

Ouvi esta frase no programa da Oprah e vinha acompanhada de imagens. Só de me lembrar do bebé, tão pequenino, a tentar chorar e só gemer baixinho, de olhos muito abertos...

Vou divulgar o site Helpo aqui, depois de o vasculhar duma ponta à outra.

Muitos beijinhos e obrigada a todas. Que bom que é quando não estamos sós.

Tereclopes disse...

Realmente, nós gastamos dinheiro às vezes com coisas tão desnecessárias, e, por tão pouco podemos ajudar alguém que sem o nosso pouco nada tem.
Para além dos teus desenhos maravilhosos, ainda se colhem grandes lições de humanidade por aqui, parabéns Nat.
Beij

Anónimo disse...

Olá
Sou a Raquel,também apadrinhei uma criança,em moçambique,fui lá conhece-la o ano passado.Experiencia única!!!!!!!!Estou agora á espera que me enviem outra criança,pois com a nova Helpo,a Madalena ficou entregue á CCS,Itália e eu vou apadrinhar outro menino/a.Lá vou ter de ir eu outra vez a moçambique,mas fá-lo-ei com o maior dos prazeres.beijinho e obrigada por me comentar o blog.

eunice disse...

queria saber como posso apadrinhar alquem sabe???