13 de outubro de 2008

bipolar

Eu sei que sou assim. Oscilo entre o pequeno pónei e o incrível hulk. Entre lágrimas fáceis e humor negro de mau gosto. Depois despejo aqui de tudo um pouco e confundo algumas pessoas mas é sem querer. Este blog é uma mistela, disse ontem à Carlita.
Dou tanto valor ao profissionalismo, à pontualidade, ao rigor. Nunca me imaginei menos do que isso, nunca mo permiti. Mas a vida prega-me partidas e quando menos espero, chegam as provas de que não posso controlar tudo, simplesmente não posso fazer tudo aquilo a que me proponho. Foi assim há uns meses. Instalou-se um cenário a que poucos tiveram acesso e para o qual tive vista privilegiada: o caos.
Falo mal de quem não é profissional. Não há vida privada que permita àquela senhora da segurança social dizer foda-se três vezes quando eu acabo de chegar ao balcão com um sorriso na cara e um bom dia dito em voz alta. Não há. Mas depois... Eu bem tentei fazer os desenhos. Bem tentei entregá-los a tempo. Bem quis ser profissional. E desejei sinceramente que o meu trabalho fosse duma exactidão matemática que não dependesse de humores e de ideias, muito menos que se deixasse corromper pela minha vida privada. Mas deixou. E eu peço desculpa aos clientes que acabaram por desistir. Eu também desistiria. O que me interessa a mim a vida privada daquela grandessíssima malcriada? Devia ter-me ido embora e feito queixa. Mas não fiz.
Foi assim com os clientes a quem fiz a última pintura. Não desistiram. Não se cansaram. Não reclamaram. Esperaram três meses até que eu acabasse de soluçar o que havia algures dentro da minha cabeça. E marcámos a data. Como se não bastasse a paciência que tiveram comigo e o enorme respeito pelo meu ritmo (devagarinho-devagarinho-quase-a-parar), receberam-me com boa disposição e carinho. Muito obrigada...
A Tânia, para além do bom humor que me transmitiu via email, da confiança que depositou em mim, do microondas que me emprestou e de toda a generosidade com que se referiu sempre ao meu trabalho, ainda me ofereceu fogaças e uma ovelhinha feita à mão por ela, embrulhadas com um nó chinês da boa sorte. Eu não acho que mereça tanto, mas fico agradecida para sempre, do fundo do coração. Esta pintura foi a primeira (criada de raiz) do resto das pinturas. E a culpa é tua e do Bruno, Tânia. ;)***


9 comentários:

Sofia Quintela disse...

Bipolar, lol... és sensivel e ponto!!!

hpinto disse...

... sinal de que és humana?!

Essa do bipolar passou-me ainda ontem pela cabeça por causa duma série qualquer da qual apanhei um pouco - como todas as séries que consigo espreitar actualmente...
(já devem estar a pensar as cabecinhas que acham que eu te idolatro "lá está ela a sentir as mesmas coisas que a Nat, que coincidência"... coincid~encia ou não passou-me isso pela cabela ainda ontem ;o)
Mas cheguei à alegre "conclusão" de que isso é típico do signo - tento, juro que tento, ser o melhor que me é possível e a maior parte das vezes consigo-o e mostro ás pessoas o melhor de mim; mas há dias, horas, minutos, segundos... em que mostro o meu pior lado e normalmente quem leva com ele são as pessoas mais próximas... aqui em casa conhecem bem o meu "mau-feitio" :o)

No fundo penso que significa que somos humanas e que reagimos aos "estímulos" e agruras exteriores (e interiores...) mas o que é bom é que afinal quem realmente significa algo para nós consiga vislumbrar as qualidades mesmo em fases em que só aparecem os defeitos.
E pelos vistos mesmo as pessoas que só te conhecem por aqui conseguem perceber isso e dar-te valor pelo que fazes de bom :o)

Desculpa o testamento... penso que percebeste o que quis dizer... embora possa parecer totozinha ;op

pf disse...

Vá, 50 flexões "faxabôr", mais 10 "pecinas", qu'isso passa. No fim pode ser um "jacuze" ou uma sauna.
E a senhora da segurança social que se "quilhe"
:)
pf

nat. disse...

há dias assim...
por vezes "crescem" e somam semanas... mas o que interessa é que há um contra-balanço...
e está de volta!

Beijinho grande!

LU disse...

Manaman igual!

Segui o conselho do pf e já fiz as flexões...

pontos disse...

Eu acho que és assim mais a puxar ao ursinho carinhoso, lembras-te desses bonecos? Que "atiravam" corações e coisas assim da barriga e viviam nas nuvens e espalhavam a felicidade? :)
Assim com tantos elogios ainda estragas a minha reputação! E a quantidade de e-mails trocados a pedir o boneco maior e mais para cima e agora para o lado? Vá, também fomos um bocadinho chatos, não? :D
Não foi nada de especial e o resultado valeu toda a espera e mais alguma que fosse necessária, tu mereces por criares estes pequenos reinos de fantasia!
Beijocas grandes,

Sofia disse...

ó Natacha de ranho fofinho (adorei essa...)
Também achei que valeu imenso a pena esperar, embora os 3 meses não se apliquem a mim.
As meninas adoram...
E bipolares somos todos... Eu sou...A Lena pode provar :)
bjs

bijus da Margarida disse...

essas fogaças são fogaças de alcochete?
:-P, a minha mãe é de alcochete e toda a sua família, aliás eu trabalho em alcochete.
Adoro fogaças

pontos disse...

São de Alcochete e compradas na Padaria Piqueira! :P