26 de novembro de 2007

fases da vida duma mulher ocidental

Perguntei ao Bruno se sabia o que é este objecto acabadinho de sair da máquina. Ele não adivinhou.
Quando eu era pequena sonhava com soutiens. Conta a Di que eu cheguei a chorar por não ter maminhas. A verdade é que com 13 anos eu não só era maior que os rapazes da minha idade, como tinha tanto peito quanto eles.

Momentos marcantes na minha vida com o Soutien:
O fascínio pelo peito alheio (lembras-te, Nhocas?). O primeiro soutien: andava na escola primária quando pedi um top à minha mãe. Ela deu-me uma coisa enorme que tinha tudo para ser cuecas mas que tinha um buraco para a cabeça. Mais tarde, lá me deu um top mais charmoso de que me lembro até hoje. Depois veio o admirável mundo do metal - colchetes e aros: no dia em que finalmente as maminhas deixaram de ser psicológicas tive direito a um mini-mini-soutien-de-aros. Foi a Cilu que mo vestiu, tentando disfarçar a folga. Com o fecho vem a vergonha de ir para a escola e saber que os soutiens se vêem nas costas através da roupa. Os rapazes puxavam-nos como se fossem fisgas. Anos depois deu-se a inesperada explosão mamária. A busca de soutiens-grandes-mas-sexies. Depois veio a resignação: deixar de correr atrás do que quer que seja. E por fim o domínio do assunto: tirar um objecto metálico da máquina de lavar roupa e saber enfiá-lo habilmente no orifício de onde saiu.

14 comentários:

m.r.p disse...

Também já tive de enfiar muitos aros metálicos e muitos eram bem manhosos, pois até hoje não sei como se escaparam. Tive de abrir buraco para os voltar a meter ou, depois de muito procurar, arrumava. Mas nada de muito pano. Só agora, com quase, quase 30 anos, é que tenho algo apresentável. Talvez seja como o vinho do Porto ou os 30 a fase áurea da mulher.
Beijos linda!
Cada vez gosto mais de te ler!

Anónimo disse...

Adoro ler o que escreves!! És o máximo!! Como faço para encomendar postais de natal?!!! Beijos enormes!!
Bábá

Tereclopes disse...

Pois eu também sofri do mesmo mal, tinha 15 anos e quase não tinha maminhas, que desgosto que eu sentia.Soutiens eu tinha, mas sem recheio...Cheguei a usar um por cima do outro para fazer mais volume.Ainda hoje, com os meus 54 anos e depois de ter tido três filhos, continuo sem ser muito dotada nesse aspecto embora já há muito tempo isso não me incomodar absolutamente nada.
Aros de arame tirados da máquina já foram muitos..
Cada vez gosto mais de andar por aqui.
Beijocas

Fernanda disse...

Soutien de aro de metal eu lavo à mão, pois já aconteceu à uma amiga ter a máquina de lavar quebrada pois o aro escapuliu para as engrenagens do motor.

solo disse...

esta tem graça

nunca pensei que essa parte do corpo das mulheres - tantas vezes objecto de adoração por (alguns) homens - fosse também tão importante para as ditas cujas

está-se sempre a aprender :-)

Anónimo disse...

Quanto a isso não sei muito bem do que falas, porque não costumo usar soutien! Prefiro andar sem. E quando ando, não uso soutiens com aros metálicos, porque muitas vezes magoam e isso acresce o risco de cancro de mama!

macati disse...

OK!
eu ja m rio contigo mas desta vez nao consegui aguentar a gargalhada... bjnh e bom dia!

Analog Girl disse...

Malditos aros metálicos. Também já os tive de recolocar no sítio, coser para não sair, mas mesmo assim, saía e causava-me dores insuportáveis. Veredicto: Foi parar ao lixo, por muito que adorasse o sutien em questão.

Cuiado com os aros a saltar. Uma vez um avariou-me a máquina de lavar. O ideal é colocá-los naqueles saquinhos de rede para as collants, não que ajude por aí além se o aro se quiser escapulir, mas como nunca mais aconteceu...

Sofia disse...

Conheço bem esse problema de ouvir a máquina a "arranhar" durante a lavagem e de dp ter q andar a enfiar aros metálicos em buracos inexistentes!!!
E pelo tamanho do teu aro posso dizer com toda a segurança que és cá das minhas HEHEHEHEHEHE!!!!

* Joana & Rita _ Bijuteria Bacco * disse...

Olá Natacha!
É a primeira vez que visito o teu blog, e adorei! Está espetacular! E de certeza que a tua visão do mundo deixa muita gente mais animada!!!
E como vi que eras de Viana do Castelo, deixa-me dizer-te que adoro a tua terra...mesmo muito!!! Adoro estar aí e sinto-me sempre muito bem! As pessoas são simpáticas e aquelas vistas de Santa Luzia são qualquer coisa.... :D
Beijinhos da Rita!

Tulaunia disse...

Minha querida, como eu te compreendo. Lembro-me de ter 5 ou 6 anos e viver encantada com os peitos da minha mãe e da minha tia :)

Ana Rangel disse...

ahahahahahahah

o que eu me ri e o que eu recordei. obrigada. =)

sara aires disse...

:DDDDD

BrU disse...

*medo*