3 de março de 2008

olhos postos na morte

Hoje o autocarro onde eu ia ultrapassou um camião cheio de porcos. A vista da janela dum autocarro não é a mesma. Um dos porcos levantou a cabeça e vi-lhe os olhos, aqueles olhos pequeninos que os porcos têm que são sempre assim. Eu a cem à hora para casa e ele a cem à hora para morrer.
Um dia ouvi um porco a ser morto. Os gritos. Aqueles gritos. Nunca mais. Nunca mais.

4 comentários:

Li*Azevedo disse...

ai que nervos...

Sofia disse...

Sabes q não sou vegetariana, mas essas coisas fazem-me muita confusão... tb já assisti a uma matança e sinceramente: NUNCA MAIS!!

Sónia disse...

É horrivel!! O pior é que os gritos não são quando são mortos mas sim quando estão a tentar apanha-lo!! Eles sabem ao que vão!!

Há já uma serie de bichos que não como!! Estou a um passinho se deixar de comer qualquer tipo de carne!! Falta coragem e incentivo!! É que a familia ainda está um bocadinho "atrasada" nesse sentido!!

Jocas

Van Dog disse...

Eu acho que tens razão. Falta-me dar esse passo. Mas hei-de dá-lo.