15 de janeiro de 2007

"Pessessora, a Ana disse um pecado!"

Os meninos das escolas primárias proporcionam-me momentos hilariantes, alguns porque são simples crianças, outros porque vivem parados no tempo, no cimo do monte, onde as vacas andam com os carros na estrada e os pais deitam os desenhos de Expressão Plástica para a lareira, tentando combater o Inverno rigoroso que lá se vive.

Nat - "No final de Outubro é o dia das..."
turma - "...das castanhas!"
Nat - "Não. Das bru..."
turma - "BRUBOLETAS!!!"

Nat - "Então, o vermelho é uma cor pri..."
turma - "PRIMAVERA!"

Nat - "Como se chama o nosso planeta?"
turma - "PORTUGAL!"
(silêncio)
Rafael - "Mundo!"
(silêncio)
Daniel - "Terra...?"
Nat - "Ufa!"

"PRUFESSUORA, TENHO CALUORE! PRECISO DE BENTO!"

Nat - "Alguém aqui é diabético?"
Zé Pedro - "Havia um menino do 4º ano que era diabético e dava umas injecções no braço!"
Vasco - "Eu já fui diabético cinco vezes!"

"Senhuora prufessuora, eu não me chamo Zé Pedro, chamo-me Spiderman."

"Pessessora, podemos pintar com lhápes de cera?"

"Acabei o sedenho!"

"A minha mãe botou-me o desenho ao lume."

"Natacha, sabes quem eu sou na Floribella? O Afonso!"

Miguel - "Ó Ánataixa..."
turma - "NA-ta-cha!!!"

"Professora! Hoje estás muito chique!"

Miguel (com desprezo) - "Porque é que te vestiste assim hoje?"
Nat (riso contido) - "Assim como?"
Miguel - "Assim..."
Nat - "Eu visto-me todos os dias..."
Miguel (olha-me de alto a baixo) - "Estás bonita..."

1 comentário:

Rita Martins disse...

Olá minha querida!
Não resisti a deixar aqui uma palavra amiga.

Deliciei-me com estas falas de meninos pequeninos! É caso para dizer que as crianças são mesmo perfeitas e agem como se soubessem disso!

Relativamente aos teus trabalhos... Poderia escrever algumas linhas com palavras bonitas na tentaiva de descrever o teu talento... não diria nada que todos já não soubessem. Portanto, limito-me a exclamar um simples (e simples, como quem mente): "gosto!"

* Um beijinho