16 de julho de 2008

medo

Fomos ao cinema ver este filme. Mencionaram o desaparecimento das abelhas e a citação de Einstein "Se as abelhas desaparecerem da face da terra, restam ao Homem apenas quatro anos de vida. Não há abelhas, não há polinização, não há plantas, não há animais, não há Homem." e eu fiquei simplesmente apavorada com essa e com outras possibilidades que o filme nos apresenta. Para mim é um verdadeiro filme de terror (o meu pai, por exemplo, quase adormeceu de tanto que gostou).

Deixo aqui um documentário (pena estar em inglês e muita pena ser visto por tão pouca gente) sobre o desaparecimento real de milhares de abelhas nos EUA, que acho que toda a gente deveria ver. Tenho pensado muito nas pequenas coisas a que não damos valor.

Quantas pessoas sabem como é que a nossa comida nos vem parar aos pratos?




Foi a minha Lu (sempre um passo à frente!) que me falou disto há uns meses. Obrigada amiga. Manamana.

8 comentários:

Sofia disse...

Mais uma vez concordo ctg, há alguns filmes e documentários que mostram as 1001 maneiras da vida acabar na nossa Terra, esses são também para mim os verdadeiros filmes de terror... Deixam-me incomodada, desconfortável e muitas vezes angustiada. Não há ficção que ultrapasse a realidade...

sapatinhos de verniz disse...

O medo que o nosso planeta não resista muito mais, está presente todos os dias no meu pensamento... Não há uma única acção minha que não passe primeiro pela reflexão sobre o assunto!
Por exemplo, as pessoas continuam a tentar encontrar mais crude e não percebem que a solução passa pela redução e não pela procura que permita que as pessoas mantenham o comodismo de usarem o carro ate para andarem 100metros!
Mas acima de tudo, estou neste momento a tentar focar a minha atenção em acreditar que nós temos a força e a capacidade de solucionar o que estragamos durante tantos anos!!!!
Vai correr tudo bem!
EU ACREDITO!

Carla Delgado disse...

Venho aqui especialmente por estes teus alertas.
Acredito que se todos tivessemos um pouquinho de ti seria mais fácil =D
**
Uma pergunta cusca e importante (para mim pelo menos)Mas afinal que raio de fenomeno é aquele que mata tanta gente no filme, fiquei curiosa mas é um filme para ver em casa (ainda me da uma coisinha má de susto =D) e não quero esperar tanto tempo ;)

nat disse...

Olá meninas :) * * *

ATENÇÃO QUE VOU CONTAR PARTES DO FILME ATENÇÃO QUE POSSO ESTRAGAR O FILME A QUEM NÃO VIU!!!!








Carla, o tal fenómeno que leva as pessoas a suicidarem-se é, ao que parece, desencadeado pelas plantas. Ao sentirem-se agredidas e por não poderem fugir, evoluem quimicamente para se proteger de nós, homens, intoxicando-nos e levando-nos à autodestruição.
O filme é muito rico em efeitos especiais quase imperceptíveis. Achei chocante e tive muito muito medo. Agarrei-me à Cilu e ela a mim como se não houvesse amanhã!

Muitos beijinhos e obrigada.

LU disse...

manamanam...(glup)...tututururu (assobiando para passar o medo do filme de terror possível)


(fico sempre corada quando mencionada no VD)

Alecrim disse...

Sou cobarde. Tenho medo do pavor de pensar nestas coisas. Penso pouco. Avestruz me confesso.

.: Sílvia Vaz :. disse...

Tb vi o filme...
Tapei os olhos, escondi-me no ombro alheio e repetia vezes sem conta "não está a dar... não está a dar..."
Sessão da meia-noite... chegar a casa que fica no meio do pinhal e ouvir o vento entre a folhagem... foi ASSUSTADOR...
Fiquei impressionada... confesso.

McBrain disse...

Hmm...

Em primeiro lugar, sofia, concordo que "Não há ficção que ultrapasse a realidade".

Quanto ao filme, gostei muito mesmo, ao contrário de muita gente.