8 de dezembro de 2009

se acaso eu morrer

Se acaso eu morrer e ficar desfigurada.
Se não sobrar o maxilar com os parafusos, nem o polegar com a cicatriz, nem coisa nenhuma que me identifique facilmente.
Não percam tempo com amostras de ADN.
É abrir o cadáver e ver o conteúdo do estômago e intestinos.
Se tiver no mínimo 55% de cacau.
Sou eu.

E descansem.
Morri feliz.

13 comentários:

Daniella Elayne disse...

:-D

lidiportella@yahoo.com.br disse...

Te acho genial (e não só por causa da arte que, diga-se, é maravilhosa)!

Anónimo disse...

E se acbrirem o crânio, tem anjinhos e fadas princesa e todos os bichos encantados e chocolate também.
*
Sandra, V.C.

Li* disse...

=)
mas que tolinha!

Sofia B. disse...

Looool

Alecrim disse...

ÉS um bocadinho louca, Natacha. E que bom, não sou a única!

GM disse...

ok, perante isto...
só posso indicar-te isto...

http://www.flagrantedelicia.com/chocolate/isto-nao-e-um-coulant/

sim eu sei... isto pareçe porn food
:P

backstage disse...

Dizes cada coisa...
:)

Sónia disse...

:)

(não sei porquê, mas acho que padeço da mesma patologia!)

disse...

lol... só tu mesmo!!!!!

Rita disse...

Adoro ler-te! :D

Sofia disse...

Caí aqui por acaso, através de um outro blogue.
Obrigada por este teu post, há muito tempo que não ria tanto.
Gosto do modo como escreves.
Bjos

Pitanga disse...

Tããão bom!! HAHAHAHAHAHA
Eu revi-me em ti! (sem parafusos no maxilar e sem cicatrizes no polegar ;))
Haja alguém que me entenda!